Cirurgia Reparadora
Gluteopastia
Reconstrução de Mama

O que é a reconstrução da mama?

Reconstrução mamária é alcançada através várias técnicas de cirurgia plástica que procuram restaurar uma mama a forma mais próxima em aparência e tamanho a uma mama normal.

Embora a reconstrução da mama possa reconstruir a mama, os resultados são altamente variáveis: 
 

• A mama reconstruída não terá a mesma sensibilidade e textura como o mama que substitui.


• linhas de incisão visíveis e estarão sempre presentes na mama, seja de reconstrução ou mastectomia.

• Algumas técnicas cirúrgicas deixarão cicatrizes no local doador, normalmente localizados em áreas menos expostas do corpo como as costas, abdômen ou nas nádegas.

Se apenas uma mama é afetada, ele só pode ser reconstruído. Além disso, uma mamoplastia de aumento, ou redução de mama podem ser recomendada para a mama oposta para melhorar a simetria de tamanho e posição de ambas as mamas.

Por que realizar a Reconstrução da mama?

Melhorar a sua aparência com a reconstrução da mama.

Reconstrução mamária é um procedimento fisicamente e emocionalmente gratificante para uma mulher que perdeu uma mama devido ao câncer ou outra condição. A criação de uma nova mama pode melhorar drasticamente a sua autoimagem, autoconfiança e qualidade de vida. Embora a cirurgia possa dar uma mama relativamente de aparência natural, uma mama reconstruída nunca vai parecer ou ter sensibilidade exatamente igual a mama que foi removida.

É correto para mim?

Reconstrução mamária é um procedimento altamente individualizado. Você deve fazê-lo por si mesmo, não para satisfazer os desejos de outra pessoa ou para tentar se adaptar a qualquer tipo de imagem ideal.

Reconstrução mamária é uma boa opção para você se:

• Você é capaz de lidar bem com o seu diagnóstico e tratamento

• Você não tem outras contraindicações médicas ou outras doenças que possam prejudicar a cicatrização

• Você tem uma visão positiva e metas realistas para restaurar as suas mamas e imagem corporal

Reconstrução mamária geralmente envolve vários procedimentos realizados em múltiplos estágios. Ela pode: 

• Começar ao mesmo tempo da retirada do câncer de mama (mastectomia)

• Ser adiada até que você se curar da mastectomia e recuperar-se de quaisquer tratamentos de câncer adicionais

É importante que você se sinta apta para os embargos emocionais envolvidos na reconstrução da mama, podendo levar algum tempo para aceitar os resultados finais.

O que acontece durante a cirurgia de reconstrução de mama?

Passo 1 - Anestesia

Medicamentos são administrados para o seu conforto durante o procedimento cirúrgico. As opções incluem sedação e anestesia geral. Seu médico irá recomendar a melhor escolha para você.

Passo 2 - Técnicas de retalhos visam cobrir o defeito da mama através do reposicionamento de pele, gordura e músculo de outras regiões do corpo

Às vezes, uma terapia de radiação ou mastectomia vai deixar tecido insuficiente na parede torácica para cobrir e apoiar um implante mamário. Dessa forma, quando necessário o uso de um implante mamário para a reconstrução, quase sempre exige uma ou outra técnica de retalho ou de expansão de tecidos.

Um retalho TRAM usa músculo doador, gordura e pele do abdômen de uma mulher para reconstruir a mama. O retalho pode permanecer ligado à fonte de sangue original e ser transposto para cima através da parede torácica, ou ser totalmente independente, com a função de dar forma à nova mama.

Como alternativa, o cirurgião pode escolher técnicas microcirúrgicas que realizam o transporte à distância dos retalhos através de anastomose de pequenos vasos na área receptora no tórax. As áreas doadoras podem abdômen, tórax ou das nádegas.

 

 

A latissimus dorsi ou grande dorsal utiliza retalho com músculo, gordura e pele da região do dorso. Esses tecidos são transpostos para o local da mastectomia e permanecem ligado ao seu local doador, deixando o suprimento de sangue intactos.

Ocasionalmente, o retalho pode reconstruir a forma completa da mama, mas geralmente fornece o músculo e tecido necessária para cobrir e apoiar um implante mamário.

 



 

Passo 3 - A expansão do tecido estica a pele saudável para fornecer cobertura para um implante mamário

Reconstrução com a expansão do tecido permite uma recuperação mais fácil do que os procedimentos utilizando retalhos musculares, porem é um processo de reconstrução mais demorado e sujeito a disponibilidade de tecido saudável e não exposto à radiação.

Ela exige visitas ao consultório ao longo de 4-6 meses após a colocação do expansor que lentamente é preenchido com solução fisiológica através de uma válvula interna para expandir a pele.

Um segundo procedimento cirúrgico será necessário para substituir o expansor, se não for projetado para servir como um implante permanente.

Passo 4 - A colocação cirúrgica de um implante mamário cria a forma de mama através de uma prótese de silicone

Um implante mamário pode ser um complemento ou alternativa às técnicas de retalhos. Implantes salinos e silicone estão disponíveis para a reconstrução.

O seu cirurgião irá lhe ajudar a decidir o que é melhor para você. Reconstrução com um implante sozinho geralmente requer expansão do tecido.

 

 

Passo 5 - Enxertia e outras técnicas especializadas em criar um mamilo e aréola

Reconstrução da mama é finalizada através de uma variedade de técnicas que reconstruir o mamilo e a aréola.

Fonte: American Society of Plastic and Reconstrutive Surgery

Cirurgia Plástica
Dr. Fernando Araujo - CRM: 4210
Telefones: (79) 3023-6881 | 99126-7345
Siga-nos no Facebook
criação de site